Histórico

A Unimarka, empresa atacadista distribuidora de produtos industrializados de consumo básico, é uma empresa jovem, fundada em 1994. Inicialmente as atividades do atacado limitavam-se a cobrir apenas a área urbana da cidade​ de Colatina e localidades vizinhas. A operação logística era limitada e ineficiente. Um único caminhão fazia a entrega do pequeno atacado, cujas vendas eram efe​tuadas por apenas um representante. A forma enxuta e desburocratizada que a empresa operava, permitiu que ela se sobressaísse no mercado em que atuava, ao passo que alguns de seus principais concorrentes estavam tendo dificuldade para se ajustar ao novo período de economia estabilizada, que exigia uma atenção muito grande voltada ao controle de custos. Com o passar do tempo, a Unimarka tornou-se um cliente estratégico para os principais fornecedores do país e sua estrutura teve que ser modernizada, o negócio repensado e os processos logísticos redefinidos, para permitir que a empresa continuasse competindo no mercado em constante mutação.

Estratégia de Atuação

Por atuar numa atividade que possui pouco ou quase nenhuma diferenciação, a direção da Unimarka optou por um modelo de negócio que pudesse ser rentável e eficiente, de modo se tornar interessante para seus clientes e fornecedores. A forma simplificada que a empresa havia iniciado suas atividades, permitiu-lhe imprimir um particular ritmo de trabalho, conforme explica uma frase do diretor da empresa: "Aqui primeiro se toma a decisão depois marcamos a reunião". O fundador da empresa acreditava que o ramo atacadista não permitia ineficiência e que a logística era o principal fator de diferenciação do negócio e também o que mais impactava na formação dos preços dos produtos comercializados. Começava então um longo processo de aprimoramento e aprendizado, que incluiu algumas visitas técnicas internacionais, organizadas pela ABAD (Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores) e visitas a empresas atacadistas de expressão nacional.

Integração dos Dados do Sistema

O rápido crescimento provocou uma complexidade nas operações que exigiam maior controle e velocidade nas decisões. O controle era feito por diversos sistemas que não eram interligados, isso aumentava o risco e tornava a empresa cada vez mais vulnerável. O tipo de negócio, que apresentava pouca diferenciação no que diz respeito à prestação de serviços, e o ambiente competitivo em que a empresa estava inserida, exigia muita flexibilidade, agilidade e principalmente uma atenção muito grande voltada para o controle e redução de custos. Quanto maiores fossem as informações sobre o negócio, maiores as chances de estabelecer parcerias com clientes e principalmente com os grandes fornecedores, que passaram a valorizar muito o intercâmbio de informações, principalmente com o surgimento do Movimento ECR (Resposta Eficiente ao Consumidor) no Brasil. A Possibilidade de integrar informações, cruzar dados e obter indicadores e informações antes não disponíveis levou a administração a optar por um Sistema Integrado de Gestão Empresarial, os chamados ERP. Os sistemas ERP apresentam-se, simplificadamente, como sendo uma ferramenta de Tecnologia da Informação para integrar os processos empresariais e as atividades dos vários departamentos, podendo também integrar todas as empresas da cadeia de abastecimento. Eles não atuam somente no planejamento. Eles controlam e fornecem suporte a todos os processos operacionais, administrativos e comerciais da empresa.

 

Mapa do Site

Forma de Pagamento
TELEVENDAS
  • 0800 970 1901
SAC
  • (27) 2101-3535

De segunda a sexta-feira de 9h as 18h

REDES SOCIAIS
Histórico